Pérola Bonfanti nasceu no Rio de Janeiro, Brasil. Nos últimos anos ela tem vivido entre sua cidade natal, São Paulo, Viena e Nova York.

Desenvolvendo colaborações multimedia e arte urbana interativa, Pérola Bonfanti especializou-se na linguagem do jogo sobre plataformas site-specific, como vista nos 13 Portais, East Village, em 2013. Entre 2014 e 2015 apresenta o jogo urbano 4 Aces envolvendo várias importantes instituições de Viena como o Museu Albertina e o Museu de História da Arte, em parceria com a instituição de arte tecnologia Ars Electronica e financiada pela CC Real. Em maio de 2015 ministrou um workshop no Gamification Lab na Universidade Leuphana em Luneburg, Alemanha, e apresentou o jogo arte digital e obra de técnica mista Nothing Remains Unseen no Blank Arcade do festival DiGRA 2015 - Jogos, cultura digital e identidade. Frequentou cursos na Escola de Artes Visuais do Parque Lage desde 2001, passando por vários professors renomados até cursar e monitorar o Programa Fundamentação, patrocinado pela Secretária de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, em 2012. Cultivou interesse por outras áreas culturais chegando a se formar em música pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO, em 2009.

 

Pérola Bonfanti is from Rio de Janeiro, Brasil. The last years she lived in between her home town, NYC and Vienna. Working in multimedia collaborations and developing interactive urban art projects, she is specializing in the concept of game and site specific platforms, as seen in the 13 Portals, East Village, 2013. Interested in other artistic languages as music and literature, she graduated in Brazilian Popular Music at the Federal University of the State of Rio de Janeiro at 2009. Since 2001 is part of the visual art school, Escola de Artes Visuais do Parque Lage, as a student, passing through many important teachers and later as a supervisor in the Programa Fundamentação sponsored by the Secretary of Culture of the State of Rio de Janeiro. Pérola Bonfanti presented the Urban Art Game 4 Aces in Austria, Vienna 2014/2015. Involving many important institutions such as the Albertina Museum and the Art History Museum, has the technical support of the organization Ars Eletronica and is sponsored by CC Real. The urban installation takes place at the open spaces of the Hofburg Palace. In May 2015 Pérola Bonfanti gave a workshop at the Gamification Lab, Leuphana Luneburg University, and presented the art game piece Nothing Remains Unseen at Blank Arcade, DiGRA 2015, Germany.

www.perolabonfanti.com

Marilia Vasconcellos ganhou cinco prêmios pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, participou de exposições internacionais itinerantes pela América do Sul e Europa: Viena, Grécia, Portugal, Espanha, França e Itália. Atualmente, participou como fotógrafa, designer e co-criadora no Projeto 4 Aces, juntamente com Perola Bonfanti, Zel Nonnemberg e Nicolina, realizando uma residencia artistica de 3 meses na cidade de Viena, Áustria. Ganhou seu primeiro prêmio de fotografia pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo aos 26 anos, com o projeto de finalização de curso Mãe D'água, realizando oficinas e expondo em 5 cidades do estado. Alcançou a Europa com seu projeto “The Path to Madness” , determinante de sua nova estética fotográfica, ao expor na Grecia em 2012. Em 2013 se abre a novas manifestações artisticas, a primeira peça sonora realizada foi selecionada para o Festival IN- SONORA em Madrid em 2013 e o seu primeiro videarte foi projetado recentemente no 27th Festival Les Instants Video em Marseille e Milão.

 

Marília Vasconcellos  is a brazilian photographer with a degree from SENAC São Paulo College of Communication and Arts. She was awarded five times by State of São Paulo Culture Secretary, one of them with the project Mãe D'ÁguaGreece. Participated in international exhibitions in , Spain, Portugal, France, Italy, Argentina and Brazil. Being a professional since 2002. Her career shows constant research, freely unites her photography work to plastic arts, thus making the process experimental and hybrid. Mixes analogic and digital images, video, sculptures, drawings, sound and performance in a constant search for an artistic development.www.mariliavasconcellos.com.br

 

Bruno Pongelupe, artista sonoro especializado em som 3D, começou sua carreira na gestão de orquestras como; Simon Bolivar Symphony Orchestra com Gustavo Dudamel, the Budapeste Orchestra, Rotterdam Symphony Orchestra entre outras. Interessado em desenvolver a precisão da espacialização sonora, Bruno começou a escrever sobre o tema ao mesmo tempo em que começou uma parceria com a empresa suíça, Sonic Emotion, de onde recebeu o certificado de Instalação Sonora-Espacial (Spatial Audio Installations). Bruno participou de seminários e discussões sobre o futuro da tecnologia sonora 3D no AES - Spatial Audio Conference, em Tokyo 2010, no AES – Spatial Audio Conference, em São Paulo 2012 e no AES – Spatial Audio Conference, em Helsinki 2014.

 

Bruno Pongelupe is a sound-artist specialized in 3D sound installations. He started his career producing symphony orchestras as: Simon Bolivar Symphony Orchestra with Gustavo Dudamel, Budapest Symphony Orchestra, Rotterdam Symphony Orchestra beyond others. Focusing on developing the precision of sound space, Bruno started to write about the science at the same time he started a partnership with the Swiss company Sonic Emotion, where he was certified as spatial-sound installation expert. Bruno was invited to share is thoughts in conferences about the future of 3D sound technology as at the AES - Spatial Audio Conference, in Tokyo 2010; AES – Spatial Audio Conference, in Sao Paulo 2012 and at the AES – Spatial Audio Conference, in Helsinki 2014.